top of page
Abstract

10 tendências para healthtechs em 2024

Conheça as tecnologias, áreas e serviços que vão se destacar na área da saúde


As healthtechs têm oferecido soluções cada vez mais inovadoras para melhorar os cuidados com a saúde. Por trás da evolução, que se desenrola com agilidade impressionante, há uma combinação de novas tecnologias, dados e humanização. As tendências para as healthtechs em 2024 carregam essa essência e têm potencial para ampliar o acesso aos serviços de saúde, além de torná-los mais eficientes e personalizados.


Da utilização de inteligência artificial para diagnóstico e tratamento até o uso de tecnologias digitais para simulações, há uma série de inovações que estão redefinindo o setor. Neste artigo, destacamos 10 tendências para healthtechs que ganhar projeção em 2024. Confira!


1. Inteligência artificial


Inicialmente, a IA em saúde focava na coleta e análise de dados. Hoje, ela se estende a diagnósticos complexos, interpretando imagens médicas e identificando padrões que escapam ao olhar humano.


Outra aplicação da IA na saúde é a personalização de tratamentos. Com base em dados do paciente, como histórico médico e genética, os sistemas de IA podem sugerir terapias específicas que têm maior probabilidade de eficácia.


Além de auxiliar diretamente nos cuidados com o paciente, a IA também acelera a pesquisa clínica. Ela pode analisar rapidamente vastas quantidades de dados de pesquisa, identificando potenciais novos tratamentos ou aplicações para medicamentos existentes.


2. Telemedicina 2.0


A telemedicina está evoluindo para oferecer mais do que consultas remotas. Incorporando realidade aumentada e inteligência artificial, ela fornece diagnósticos mais precisos e monitoramento contínuo de pacientes.


Telemedicina 2.0 vai além das consultas por vídeo tradicionais. Ela integra Inteligência Artificial, análise de dados em larga escala e dispositivos conectados para fornecer um atendimento mais abrangente e personalizado.


3. Healthcare


A integração de sistemas de saúde está se destacando como uma tendência importante nos cuidados à saúde. Para oferecer uma assistência mais eficaz aos pacientes, as soluções desenvolvidas pelas healthtechs têm trabalhado, por exemplo, com plataformas de interoperabilidade, que permitem o compartilhamento seguro e eficiente de informações de saúde entre profissionais, pacientes e instituições.


Essa integração facilita o acesso dos pacientes aos seus próprios registros médicos, promovendo uma participação mais ativa na gestão da própria saúde. A conectividade entre diferentes provedores de saúde otimiza o diagnóstico e o tratamento, contribuindo para um sistema de saúde mais coeso e eficiente.


4. Precisão e personalização em saúde


Os avanços na genômica e análise de dados estão abrindo caminho para uma medicina personalizada. Tratamentos e prevenções podem ser ajustados ao perfil genético de cada paciente, melhorando significativamente a eficácia das intervenções médicas e reduzindo os efeitos colaterais.


A personalização é um conceito abrangente, que se estende ao monitoramento e às recomendações de estilo de vida, com tecnologias que adaptam orientações de saúde e bem-estar às necessidades individuais. Isso representa um salto em direção a um cuidado mais centrado no paciente, com estratégias mais precisas e personalizadas.


5. Agetech


Um ramo que tem ganhado destaque e que está fomentando soluções na área da saúde é o do envelhecimento, considerando tanto a busca por qualidade de vida quanto a assistência aos idosos. O segmento está impulsionando as agetechs, especializadas nesse nicho.


As soluções nesse ramo vão de sistemas de monitoramento remoto até assistentes virtuais e dispositivos de suporte à mobilidade, todos projetados para melhorar a qualidade de vida dos idosos. Essas tecnologias não apenas promovem a independência dos idosos, mas também auxiliam os cuidadores, oferecendo ferramentas para melhor gerenciamento do cuidado.


6. Gêmeos Digitais


Os "gêmeos digitais" estão revolucionando o campo da saúde, oferecendo modelos virtuais que replicam sistemas biológicos humanos. Esses modelos permitem testar tratamentos e intervenções de forma virtual, aumentando a segurança e a eficácia das terapias propostas.

Essa tecnologia também é fundamental para a pesquisa médica, permitindo simulações detalhadas que aceleram o desenvolvimento de novos tratamentos e medicamentos. O desenvolvimento e a utilização dos gêmeos digitais é um caminho que pode ser explorado por healthtechs com atuação em diferentes nichos, como educação e pesquisa, entre outras frentes.


7. Tecnologias vestíveis para saúde


Os dispositivos vestíveis estão evoluindo para oferecer monitoramento contínuo e detalhado de vários indicadores de saúde. Eles detectam condições médicas precocemente e também fornecem dados valiosos para pesquisa e tratamentos personalizados.


Um aspecto importante em relação a essa tendência é a possibilidade de integrar esses dispositivos ao dia a dia dos usuários, oferecendo insights sobre saúde e bem-estar e incentivando estilos de vida mais saudáveis. Trata-se de uma vertente que contempla ramos como healthcare, medicina diagnóstica e inteligência artificial, por exemplo.


8. Blockchain na Saúde


O blockchain está despontando como uma solução promissora para gerenciar registros médicos com segurança e eficiência. Seu potencial está na criação de um sistema de registros compartilhados, transparente e imutável, aumentando a confiança e a segurança no manejo das informações de saúde.


A aplicação dessa tecnologia na área médica reforça a privacidade e a segurança dos dados. Mas vale a pena destacar que também facilita o acesso e a portabilidade dos registros médicos. Dessa forma, favorece o compartilhamento de informações entre diferentes provedores de saúde, melhorando a continuidade dos cuidados e a eficiência administrativa.


9. Terapias Baseadas em VR/AR


Realidade virtual (VR) e aumentada (AR) estão sendo cada vez mais utilizadas em terapias inovadoras. Essas tecnologias oferecem ambientes controlados e imersivos, úteis no tratamento de transtornos psicológicos, reabilitação física e treinamento cirúrgico.


Esses métodos terapêuticos oferecem uma nova dimensão no tratamento de saúde, permitindo experiências que seriam impossíveis no mundo real. A VR/AR abre novos caminhos para o tratamento de condições complexas, oferecendo alternativas seguras e eficazes para intervenções convencionais.


10. Bioimpressão 3D


A bioimpressão 3D está na vanguarda da medicina regenerativa, com potencial para criar tecidos e órgãos para transplantes. Ela possibilita a impressão de estruturas biológicas complexas, contribuindo para o desenvolvimento tratamentos personalizados e para avanços em engenharia de tecidos. Devido à capacidade de replicar tecidos humanos com precisão, a bioimpressão tem um papel crucial na pesquisa biomédica, facilitando o desenvolvimento de modelos para testar drogas e terapias.


Os caminhos para a transformação na área da saúde são abrangentes e, claro, não se limitam a apenas essas 10 tendências para as healthtechs em 2024. O que é importante observar em relação é o que realmente está promovendo a revolução na área: o uso da tecnologia para humanizar, cada vez mais, o atendimento médico.


Nos próximos anos, vamos ver healthtechs relevantes ganharem mercado. Parte delas já foram mapeadas pela Connext Health. Confira o estudo que fizemos e que identificou as 10 healthtechs mais promissoras do mundo.


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentarer


bottom of page